Posts Tagged ‘Especialidade Médica’

Em Aracaju, a SMS oferece tratamento através da acupuntura

Webmaster Posted in Notícias,Tags: , , , , , , , , , , ,
0

Procurando acabar com as fortes dores na coluna, Maria Eulina da Conceição, de 56 anos, buscou o Centro de Especialidades do Augusto Franco. Entre os 15 serviços ofertados pelo Cemar, a acupuntura tem sido um dos mais procurados. Usuária há um ano da técnica, dona Maria Eulina está muito satisfeita com o atendimento e com a estrutura do local.
“O tratamento está me fazendo muito bem, já não sinto mais as dores que sentia, sem falar que o atendimento aqui é de alta qualidade”, conta a paciente.

A acupuntura é uma especialidade médica que tem uma ampla indicação para várias patologias, principalmente quando há dores musculares. Ela é usada basicamente como antinflamatório para aliviar a dor, anestesiar e relaxar o local. A técnica também pode ser utilizada como tratamento para problemas psicológicos, distúrbio do sono e combate ao stress.

Segundo a médica Maria Luiza de Melo, a acupuntura consegue oferecer resultados satisfatórios aos pacientes, não sendo necessário que se associe a outro tratamento. Geralmente quando o paciente procura a medicina alternativa é porque o problema não foi resolvido pela alopatia. “Muitas vezes a pessoa não aguenta usar tanto medicamento, e em 90% dos casos é possível obter um resultado positivo. Pode não haver a cura total, mas há um conforto bastante considerável”, salienta Maria Luiza.

Segundo ela, o tratamento de doenças mais graves, como o câncer e aneurisma podem ser auxiliadas pela acupuntura. “É inviável tratar uma doença mais grave somente com a medicina alternativa, mas junto com o tratamento alopático, é possível diminuir as dores dos pacientes”, ressalta a médica.

Aplicação

Os pacientes que apresentam dores de cabeça frequentes, dores na coluna e nas articulações são os mais indicados para fazer a acupuntura. “Com as aplicações há uma sensação de relaxamento, pois a agulha fica no ponto em que existe dor”, explica a acupunturista.

O tratamento é composto por, no mínimo, dez sessões que duram em torno de trinta minutos. Mas, segundo a médica, isso pode variar. “Há pessoas que fazem duas sessões e já se sentem bem. Mas há outras que precisam fazer todas as aplicações para sentir um melhora”, conta. Quando as sessões se completam, é necessário que o paciente vá ao posto de saúde mais próximo, faça uma reavaliação com o clínico e seja novamente encaminhado para Cemar, a depender da necessidade.

Tratamento

Segundo a médica, em média, 72 pessoas são atendidas por mês. “É feito uma sessão por semana e nós acompanhamos o paciente por dois meses”, explica. Antes das sessões, é feita uma consulta para que o médico conheça os problemas do paciente e avalie se há indicação para o tratamento.

O tratamento é feito com a aplicação de 20 agulhas em pontos específicos do corpo, causando relaxamento dos músculos doloridos. Segundo a paciente Maria José de Carvalho, não há incômodo durante a aplicação. “Às vezes a pessoa está com tanta dor no local que nem sente a aplicação das agulhas, e logo vem a sensação de relaxamento”, conta a paciente. As agulhas têm a espessura de um fio de cabelo e são todas descartáveis.

Atendimento

Os dias de atendimento são terça, quarta e quinta-feira, a partir das 13h, com quatro profissionais disponibilizados pelo Cemar. Os pacientes que têm interesse em fazer o tratamento, é necessário ir ao posto de saúde mais próximo e para ser encaminhado pelo seu clínico para a unidade de especialidades. Mais informações podem ser obtidas através do telefone (79) 3179-3004.

 

Fonte: Prefeitura Municipal de Aracaju.

Acupuntura como especialidade médica: Resolução do Conselho Federal de Medicina

Webmaster Posted in Notícias,Tags: , , , , , ,
0

RESOLUÇÃO CFM nº 1.455/95
Revogada pela Resolução CFM nº 1.634/2002

O Conselho Federal de Medicina, no uso da atribuição que lhe confere a Lei nº 3.268, de 30 de setembro de 1957, regulamentada pelo Decreto nº 44.045, de 19 de julho de 1958, e

CONSIDERANDO anteriores pareceres do CFM, mais especialmente o Parecer nº 22/92, de 14 de agosto de 1992, que entende ser a Acupuntura ato médico;

CONSIDERANDO a necessidade do avanço acadêmico da Acupuntura inclusive com sua inserção nos cursos de graduação e pós-graduação das escolas médicas;

CONSIDERANDO a necessidade do diagnóstico clínico e específico do prognóstico, de instituição terapêutica peculiar.

CONSIDERANDO o fato de não encontrar paralelo entre este ato médico e outras especialidades médicas.

CONSIDERANDO o parecer CFM nº 028/95, aprovado em 11 de agosto de 1995;

CONSIDERANDO, finalmente, a decisão acatada pelo Plenário deste Conselho Federal de Medicina, em Sessão realizada no dia 11 de agosto de 1995, resolve:

RECONHECER a Acupuntura como especialidade médica.

Brasília-DF, 11 de agosto de 1995.

WALDIR PAIVA MESQUITA Presidente

ANTÔNIO HENRIQUE PEDROSA NETO Secretário-Geral

Publicada no D.O.U. de 18.09.95 – Seção I – Página 12675.

 

Fonte: Conselho Federal de Medicina.